Como o Assessment auxilia na tomada de decisão das empresas durante a pandemia

Estamos passando por momentos difíceis, 2020 e 2021 estão sendo períodos em que as empresas precisam tomar grandes decisões, relacionadas a funcionários e cargos de confiança. Ter pessoas certas no lugar certo, é uma tarefa que pode fazer a diferença em períodos de crise, em situações difíceis e, com certeza, faz a diferença no futuro.

O Assessment é um dos principais recursos utilizados pelas empresas para tomarem decisões a respeito de seus próprios funcionários, além de analisar o perfil de cada um, suas habilidades, competências e atitudes. Um diagnóstico da performance, da aderência cultural, pessoal e motivacional é feito para que se tenha uma avaliação dos funcionários, e para que a tomada de decisão sobre plano de sucessão, retenção de grandes talentos ou até para criar iniciativas de atração e recrutamento seja feito com assertividade.

Se torna cada vez mais necessário a análise do capital humano das empresas pelo fato do grande corte de custos, da diminuição no número de contratações, entre outros fatores que surgiram com mais força em detrimento da pandemia. Assim, analisar o capital humano que a empresa já possui, se torna um grande negócio, e o Assessment ajuda nessa análise.

William Monteath, sócio da Fox Human Capital, responsável pela área de People, comenta que “Muitas empresas tiveram que fazer desligamento e enxugar as operações, então o Assessment se fez muito necessário para entender quem seriam as peças-chave para permanecer na empresa. Serviu também para identificar quem seriam os possíveis e futuros líderes”.

Para entender melhor a importância dessa ferramenta, é necessário ver quais pontos ela analisa. O Assessment analisa as competências comportamentais, chamadas soft skills, que estão sendo cada vez mais consideradas pelas empresas em diversas áreas de atuação. Sendo assim, é uma ferramenta poderosa para a avaliação do potencial de um executivo ou de uma equipe toda, trazendo uma visão completa dos talentos, mapeando as tendências comportamentais, para gerar a máxima performance e resultados.

Aline Takushi, Head da divisão de People, que atua exclusivamente apoiando empresas em projetos de Desenvolvimento Organizacional, considera muito importante ter as ferramentas de Assessment para que as organizações consigam analisar o comportamento, personalidade, lideranças, talentos e profissionais que podem ascender a cargos mais altos. Além de ser extremamente necessário nos processos de recrutamento e seleção, para se ter a melhor análise de um candidato.

Aline elencou também que as três ferramentas podem ser todas classificadas como inventário, são elas o DISC, MBTI e HOGAN. E se engana quem pensa que são testes psicológicos, não são. Trazem tendências de comportamento e personalidade dos profissionais avaliados. Entre as três ferramentas mais usadas, o que muda é o nível de detalhamento e profundidade que cada processo irá apresentar como resultado.

Abaixo destacamos os três possíveis inventários:

DISC: mais simples, assertiva e fácil de fazer uma leitura comportamental, sendo o mais utilizado e mais conhecido dos três.
MBTI*: tem uma complexidade maior, pode ser considerado um DISC avançado. Traz um montante maior de informações, facilita o autoconhecimento e aumenta a tolerância dos companheiros de equipe.
HOGAN*: é mais recomendado para áreas hierárquicas mais altas, como diretoria e C-level. Pelo fato de ser mais completo e complexo, se baseia em uma avaliação de personalidade, motivações e valores, para chegar no resultado final.

*pelo fato de serem mais completos e complexos na maneira de fazer a leitura dos comportamentos, esses dois métodos precisam de uma certificação especial para serem interpretados.

Entendemos que a utilização das ferramentas de Assessment nas organizações se faz cada vez mais necessário para que os líderes e equipes se conheçam, e tenham seus comportamentos mapeados. Assim como William Monteath e Aline Takushi afirmaram, essas informações são preciosas para que os funcionários trabalhem de maneira mais leve e assertiva um com o outro. Além dos benefícios para as equipes, as empresas conseguem analisar os funcionários, possíveis líderes, jovens talentos, pessoas com comportamentos diferentes, e aumentam a possibilidade de melhoria no trabalho. Cada ferramenta descrita acima tem seu próprio método de analisar comportamentos, personalidades, motivações entre outras coisas, mas todas buscam ajudar na avaliação de potencial de cada um, a posição certa para cada indivíduo; desenvolvimento de lideranças e também pessoal; sucessão de gestores; desenvolvimento de equipes, entre alguns outros benefícios para que a empresa tenha maior sucesso na relação com seus funcionários.

O Assessment na FOX tem como objetivo ajudar as empresas a melhorarem a relação de seus funcionários e entender as motivações e comportamentos. Na FOX o modelo de Assessment é diferente, um produto híbrido e de grande respeito no mercado, foi desenvolvido com a ajuda de grandes Mentores, Diretores Seniores, Headhunters e Psicólogos Organizacionais, para abranger todas as questões de comportamento profissional. Dentro, nós usamos uma combinação das ferramentas DISC, MBTI e HOGAN. Para saber mais sobre o Assessment da FOX, acesse o nosso site: https://www.foxhumancapital.com/pt/inicio/